domingo, 5 de agosto de 2012

suspiros#2 - Shakespeare


"Duvide que o sol seja claridade,
e que as estrelas sejam chama,
suspeite da mentira na verdade,
mas não duvide deste que te ama!
Oh, cara Ofélia, sou tão ruim com os versos. Não consigo medir meus suspiros sem inspiração... Mas acredite que meu amor é insuperável, supremo encanto.
Minha dama queridíssima, adeus. Enquanto o meu corpo estiver ligado à minha alma, enquanto viva, serei seu,
Hamlet"

1 comentário: